E se o teu primeiro emprego fosse a tua startup?

Já tens um canudo ou estás quase a concluir o teu curso superior. Tens espírito empreendedor e estás cheio de vontade de lançar aquela ideia que acreditas vai mudar o mundo, mas não podes abdicar de um "emprego normal"… Então lê o que se segue.

 
 
 
 

Programa de apoio a recém-licenciados ou finalistas que tenham uma ideia de negócio e espírito empreendedor mas não possuam meios financeiros para poder dedicar-se a tempo inteiro à criação da sua startup. É uma das medidas incluídas no programa Startup Portugal, organizada pela Startup Lisboa, que conta com a parceria de incubadoras de todo o país através da Rede Nacional de Incubadoras.

Se acreditas na tua ideia e cumpres os requisitos, candidata-te até 31 de dezembro de 2016.

 
 
 

Se fores um dos vencedores terás acesso durante 12 meses a:

 
 

 
 

Incubação Gratuita

Serás recebido numa incubadora aderente ao programa Startup Portugal Momentum.

 
 

 
 

Alojamento Gratuito

Terás alojamento numa residência da própria incubadora ou de um parceiro.

 
 

 
 

Pocket money

Receberás uma mesada de 691,70€ para poderes viver sem preocupações financeiras e focado no desenvolvimento da tua startup.

 
 

 

#EnjoyTheMomentum

 

Durante um ano,

terás condições para focar-te no negócio, testar e validar a tua ideia, construíres uma equipa e usufruir da partilha de conhecimento e experiência da comunidade empreendedora, bem como de todas as atividades, parcerias e benefícios da incubadora em que fores recebido.

Participa se:

  • Concluíste o curso nos anos letivos 2014/15 ou 2015/16, ou és finalista no ano letivo 2016/17, numa universidade ou instituto politécnico.
  • No presente ano, ou nos últimos três anos, foste abrangido por ação social.
  • Tiveres nacionalidade portuguesa.

Ver o Regulamento completo


 

Candidata-te até 31 de dezembro

 
A palavra momentum, vocábulo latino análogo à palavra momento, significa: I - impulso, movimento, mudança, variação, peso (que determina o movimento e a inclinação da balança); II - causa que determina decisão num sentido, influência, motivo; III - importância (das pessoas ou das coisas), influência, motivo e consequência.

 

Regulamento

CONCURSO STARTUP PORTUGAL MOMENTUM POWERED BY STARTUP LISBOA

As políticas públicas de apoio ao empreendedorismo podem ser promotoras da igualdade de oportunidades e da inclusão social ao mesmo tempo que contribuem para a criação de startups. Assim, e no seguimento da estratégia nacional para o empreendedorismo – StartUP Portugal – surge o programa Momentum.

1. OBJETIVO

1.1. O Startup Portugal Momentum é um programa de apoio para licenciados, mestres e finalistas que tenham uma ideia de negócio e espírito empreendedor, mas não possuam meios financeiros para dedicar-se a tempo inteiro à criação da sua startup.

1.2. Este concurso tem como objetivo:

a) Promover a igualdade de oportunidades e a inclusão social, permitindo a estudantes com menor capacidade económica a possibilidade de serem empreendedores e desenvolverem o seu projeto empresarial;
b) Promover e apoiar o desenvolvimento de ideias de negócio de estudantes finalistas e recém-licenciados do ensino superior, sem limite de idade ou qualquer outro, e que tenham beneficiado de ação social no presente ano, ou nos três anos anteriores;
c) Contribuir para estimular a cultura empreendedora nos estudantes do ensino superior.

2. PARTICIPAÇÃO

2.1. Podem candidatar-se ao programa:

a) Recém-licenciados/mestres e finalistas, de nacionalidade portuguesa, que hajam concluído a licenciatura ou o mestrado nos anos letivos 2014/15 ou 2015/16, ou que sejam finalistas no ano letivo 2016/17, numa universidade ou instituto politécnico, e que hajam sido abrangidos no presente ano, ou nos três anos anteriores, por uma medida de ação social;
b) Os candidatos podem concorrer individualmente ou equipa;
c) Caso o candidato concorra com uma equipa, será sempre considerado pela organização como o representante da candidatura e único destinatário do apoio a atribuir.

2.2. Não podem ser candidatos ao presente programa proprietários de quotas ou portadores de ações de sociedades comerciais.

3. ÂMBITO

3.1. São elegíveis para efeitos do presente regulamento os projetos que sejam considerados inovadores e/ou com uma vantagem competitiva, e com elevado potencial de crescimento, designadamente nas seguintes categorias:

a) Projetos na área das tecnologias de informação e comunicação (web, software, mobile e hardware);
b) Turismo;
c) Comércio e Serviços;
d) Indústria;
e) Atividades de proteção e gestão do ambiente;
f) Indústrias criativas.

4. SELEÇÃO DOS CANDIDATOS

4.1. Os formulários de candidatura são objeto de uma análise prévia para validação do cumprimento dos requisitos de elegibilidade dos promotores da ideia/projeto.

4.2. As candidaturas consideradas elegíveis serão objeto de uma primeira apresentação da ideia/projeto a um júri regional.

4.3. O(s) vencedor(es) das sessões regionais ganham automaticamente direito a participar na sessão de júri final.

4.4. Sem prejuízo do referido no ponto anterior, o júri nacional poderá ainda convidar para a sessão final outras ideias/projetos participantes nas sessões regionais.

4.5. Na sessão final as bolsas serão atribuídas a todos os projetos que mereçam uma avaliação positiva por parte do júri nacional, em número a determinar.

5. FORMALIZAÇÃO E PRAZO DAS CANDIDATURAS

5.1. As candidaturas devem ser apresentadas em língua portuguesa, através da submissão online do formulário disponível no sítio da internet do programa Momentum, no portal da Startup Lisboa www.startuplisboa.com/momentum

5.2. O período das candidaturas inicia-se no dia 6 de junho de 2016 e termina às 23h59m do dia 31 de dezembro de 2016.

6. JÚRI

6.1. JÚRI REGIONAL

O júri regional será constituído por cinco membros:
a) Um representante do StartUP Portugal, que presidirá;
b) Um representante da Startup Lisboa.
c) Três personalidades representantes do meio académico, empresarial e empreendedor da região. 

6.2. JÚRI NACIONAL

O júri nacional será constituído por sete membros:
a)    Um representante do StartUP Portugal, que presidirá;
b)    Um representante da Startup Lisboa;
c)    Um representante de uma entidade de investimento;
d)    Dois empreendedores de reconhecido mérito;
e)    Duas personalidades representantes, respetivamente, do meio académico e empresarial do país.

7. AVALIAÇÃO DAS CANDIDATURAS E SESSÕES DE JÚRI

7.1. A análise das candidaturas decorre de 1 de janeiro a 23 de janeiro de 2017.

7.2. Os promotores/projetos que não cumpram as condições de elegibilidade ou os projetos com informação insuficiente serão informados, via e-mail, que não seguem para avaliação do júri regional, salvo se o erro na candidatura for sanável, caso em que será convidado a alterar a candidatura no prazo máximo de 5 dias.

7.3. A coordenação do concurso do programa StartUP Portugal pode convidar os promotores a alterarem os seus projetos para nova submissão.

7.4. As sessões de júri regionais decorrem de 30 de janeiro de 2017 a 13 de fevereiro de 2017.

7.5. O anúncio dos projetos finalistas realiza-se a 20 de fevereiro de 2017, e será publicado no sítio da internet do concurso do programa Momentum – www.startuplisboa.com

7.6. O evento, com apresentação dos projetos finalistas, seleção e anúncio dos vencedores é feito pelo júri final a 28 de fevereiro, em local e hora a anunciar.

7.7. Os projetos finalistas são apresentados presencialmente pelos seus promotores ao júri nacional, com vista à seleção dos projetos vencedores.

7.8. As sessões presenciais com o júri regional consistem numa apresentação (pitch) de 5 minutos (que deve ser apoiada por meios digitais).

7.9. A sessão presencial com o júri nacional consistirá numa apresentação de 3 minutos.

7.10. Em ambas as sessões, regional e nacional, os jurados dispõem de um período adicional de perguntas e respostas, não superior a 10 minutos.

7.11. O júri nacional avalia as ideias/projetos concorrentes, tendo em consideração a seguinte ordem de critérios:

i) Grau de inovação;
ii) Qualidade de promotor;
iii) Exequibilidade da ideia;
iv) Impacto económico e ambiental no setor de atividade;
v) Potencial de crescimento.

8. PRÉMIOS

8.1. O programa StartUP Portugal disponibilizará aos projetos vencedores:

a) Incubação gratuita e respetivos serviços numa incubadora aderente do Momentum, de acordo com a natureza do projeto, a disponibilidade da incubadora e o interesse do candidato.
b) Uma bolsa, durante 12 meses, com periodicidade mensal e consecutiva, no montante de €691,70 (seiscentos e noventa e um euros e setenta cêntimos).
c) Alojamento gratuito, enquanto durar o período da incubação, até ao prazo máximo de 12 meses, numa residência própria da incubadora ou universitária no caso desta existir, ou numa Pousada da Juventude, para os vencedores que não tenham residência na área da incubadora onde venham a ser integrados.

9. DEVERES DOS VENCEDORES

9.1. Devem os vencedores:

a) Desenvolver com diligência a ideia de negócio/projeto;
b) Participar na vida da incubadora e nas atividades que lhe são facultadas;
c) Reportar com a regularidade solicitada à incubadora o trabalho desenvolvido.

10. PROPRIEDADE INTELECTUAL E INDUSTRIAL

10.1. A propriedade industrial e os direitos intelectuais das ideias/projetos candidatos pertencem ao promotor.

10.2. Os promotores concedem à organização a permissão para utilizar informação não confidencial, na sua atividade de promoção e marketing.

10.3. As entidades organizadoras não podem ser responsabilizadas por qualquer violação de propriedade intelectual e/ou industrial, uso indevido ou plágio por outro promotor candidato ou por outro promotor ou empresa externa ao Concurso do programa Momentum.

11. CONFIDENCIALIDADE

As partes comprometem-se a manter sigilo sobre o conteúdo de todas as informações a que têm acesso durante o Concurso do programa Momentum, designadamente sobre todos os dados suscetíveis de afetar os direitos de propriedade intelectual e/ou industrial, mesmo após o término da mesma, exceto na medida do estritamente necessário para a execução da iniciativa e para a sua divulgação e promoção.

12. DISPOSIÇÕES FINAIS

12.1. A organização do concurso do programa Momentum, sob proposta fundamentada da incubadora, nomeadamente por incumprimento do promotor (face ao estipulado no ponto 9 do presente regulamento), pode a todo o momento interromper e consequentemente cancelar os apoios atribuídos ao abrigo do programa Momentum.

12.2. Os promotores podem por razões de força maior desistir do programa, devendo para o efeito comunicar à incubadora as razões subjacentes, cessando a partir desse momento os apoios que se encontravam a receber.

12.3. A organização pode alterar o presente regulamento a qualquer momento, devendo para tal publicar uma versão revista deste documento no sítio da internet do concurso do programa Momentum – www.startuplisboa.com/momentum

12.4. As situações não contempladas no presente regulamento são devidamente analisadas e definidas pela organização da estratégia nacional para o empreendedorismo – StartUP Portugal.

12.5. A participação no concurso do programa Momentum implica a plena aceitação das normas do presente regulamento.

12.6. A organização não poderá ser responsabilizada pelo eventual cancelamento, anulação ou alteração do concurso do programa.